A Falácia do Jogador: Lógica vs. Sentimentos no Casino Processo do jogo A eterna questão para qualquer jogador é a seguinte: o que escolher - lógica versus sentimentos? Em que devemos confiar ao tomar uma decisão? Para começar, devemos descobrir quando nossa decisão é realmente lógica e quando simplesmente pensamos que é. Aqui está um exemplo simples. Você está jogando roleta e por onze vezes consecutivas a bola cai sobre os números “pretos”. Toda a nossa experiência interior grita literalmente que agora, na décima segunda vez, o "vermelho" certamente deve ser o vencedor.

Isso faz sentido? Na verdade, não, porque a cada giro a probabilidade de cair um número vermelho ou preto é a mesma, e é igual a cerca de 50% (aproximadamente, porque ainda há um zero e um zero duplo em alguma roleta versões). Portanto, os resultados dos giros anteriores não têm efeito sobre essa probabilidade. É assim que nossos sentimentos tentam nos enganar e parecer decisões lógicas para nós.

STAR WARS ou TREK?

Mesmo os famosos filmes de ficção científica refletem essa contradição. Quando Luke Skywalker vai explodir a Estrela da Morte, ele tem apenas uma chance de acertar - lançar a única bomba no único lugar certo na hora certa. Então o que ele faz? Ele desliga os instrumentos e confia inteiramente em seus próprios sentidos, o que traz a vitória da missão. Porém, ele é um Jedi, é mais fácil para ele.

O herói da outra série, Spock de Star Trek, é movido exclusivamente pela lógica e pelo cálculo em todas as suas ações. Mas ele também entende o apelo do jogo quando diz que há uma certa alegria em arriscar.

O Exemplo de Mônaco

Este caso está oficialmente registrado e virou uma verdadeira sensação. Em 18 de agosto de 1913, em um cassino em Mônaco, a roda da roleta escureceu 26 vezes consecutivas. Na 27ª vez, finalmente caiu o vermelho, os frequentadores do cassino estavam em um frenesi e as apostas no vermelho já eram uma quantia decente. O cassino lucrou muito naquela noite. Por algumas razões, os jogadores decidiram que tal consequência deveria ter acontecido novamente, mas com os setores vermelhos, então eles colocaram desproporcionalmente no vermelho. É assim que os sentimentos de excitação abafam a voz da razão.

A propósito, a probabilidade de 26 negros consecutivos é de 136.823.184 para um. Como você pode ver, nada é impossível.

Temos Química

Do ponto de vista da lógica, o jogo não faz sentido algum e é até prejudicial. Mas os sentimentos não nos permitem confiar plenamente na voz da razão, sempre nublando nossa cabeça com pensamentos de possíveis ganhos. Os sentimentos não se importam com a probabilidade de vitória, basta que a probabilidade exista. Cada pessoa tende a pensar que é especial e acredita que com certeza terá sorte no jogo.

Sério Sobre Poker

Em termos de confronto de sentimentos e razão, o pôquer é um jogo único. Por um lado, existe uma grande procura de lógica, boa memória e capacidade de analisar a situação à mesa. Por outro lado, um jogador de pôquer experiente pode obter muitas informações úteis graças aos seus sentimentos e suas manifestações, blefes e influências assim, seus oponentes.

A capacidade de observar seus co-jogadores e tirar as conclusões certas é uma das coisas mais valiosas do pôquer.

Keep It Fun

No entanto, uma pessoa não precisa ser séria e lógica o tempo todo. Que os robôs e os computadores sejam assim, mas nós, humanos, temos o direito de mostrar os nossos sentimentos. No Canadá, qualquer pessoa pode jogar e obter o que há de mais importante - o prazer e a diversão do processo. Só não se empolgue muito e tudo ficará bem.

mostre mais